Alto Las Hormigas Malbec Clássico 2018

PRODUTOR: Alto las Hormigas REGIÃO: Mendoza
R$ 129

Alberto Antonini e Pedro Parra se uniram para fazer um verdadeiro ícone do Malbec argentino.

Sócio Ativo Clube Adega 
De: R$129,00  Por: R$ 103,20
utilizando seu cupom.

Altos Las Hormigas
 

Altos Las Hormigas foi uma das primeiras vinícolas a apostar seriamente na Malbec, quando não se sabia do tremendo êxito internacional que viria a ter. A aposta se materializou nos anos noventa com os italianos, o enólogo Alberto Antonini e o engenheiro Antonio Morescalchi, fundadores; e parte de uma equipe que hoje é complementada pelo expert em solo, Pedro Parra, o empresário Albert Cussen e o enólogo Leonardo Erazo (os três chilenos). A vinícola segue apostando forte na Malbec e se aprofundou no sentido de origem de seus vinhos, que estão entre os mais estimulantes do cenário local. Aos seus 206 hectares iniciais em Luján de Cuyo, onde têm também sua vinícola, no ano 2011 somaram outros 50 na zona de Altamira, no vale do Uco.

Mendoza

 

A geografia da vitivinicultura mendocina se divide em cinco grandes sub-regiões, cada qual com características próprias de altitude e composição de solo, resultando em terroirs diferenciados, cujos reflexos influenciam diretamente os vinhos de cada uma. São elas: Região Norte, Leste, Rio Mendoza (ou Região Central), Vale de Uco e Sul. Rio Mendoza, localizada nos departamentos de Luján de Cuyo e Maipú, é uma região vitivinícola antiga e tradicional, também conhecida como a "primeira zona" dos vinhos argentinos. Estando ao sul da cidade de Mendoza, conta com altitude ideal - variando entre 650 e 1.060 metros - e com os melhores solos da província - pedregosos, pobres e ricos em calcário -, fatores excepcionais para o cultivo da videira, que contribuem significativamente para que os vinhos produzidos na região estejam entre os melhores do país.